quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

o amor e suas razões

O post de hoje é sobre o último quadrinho que eu li e não podia deixar de ser comentado porque eu adorei. É uma publicação da Oni Pres, publicada no Brasil pela Devir com roteiro de Jamie S. Rich e ilustrações de Joële Jones. “12 razões para amá-la” é uma história de amor, clichê como elas devem ser, mas nem por isso deixa de surpreender. É a história de um casal, contada em 12 partes, cada uma com uma música como título/tema passando pelos bons e maus momentos de um relacionamento. E, nesses episódios, estão aquelas pequenas coisas que fazem as pessoas se apaixonarem. A surpresa não está na não–linearidade da história, está em muito mais do que a forma como foi contada. E pode estar de forma diferente em cada pessoa. O fato de a história ser narrada fora da ordem em geral não me agrada - em muitos casos parece desculpa pra roteiros mal feitos - mas este me surpreendeu. É como um caderno de lembranças, um álbum de fotografias, um diário com páginas desorganizados. É uma história que quando você acaba de ler tem aquele rosto que vem na sua mente, aí você fecha os olhos e tem lá um sorriso, uma música, um trecho de livro que vocês dois gostam, uma característica em comum, algo oposto que estranhamente te atrai, uma roupa, uma expressão do rosto, um toque, um gesto. Não importa. Qualquer pessoa consegue se identificar com apenas uma ou mais das situações pelas quais passam Gwen and Evan, o casal protagonista da história. São personagens que conversam, riem, se divertem, choram, sentem medo, ciúme, raiva, insegurança, desejo, ou seja, eles amam. Afinal, o amor deve ser isso, um pouco de todos os sentimentos misturados em alguma estranha proporção...





post com direito a trilha sonora para leitura:







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...